Apresentação


Uern
O Curso de Graduação em Enfermagem da Faculdade de Enfermagem (FAEN) da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) foi criado em 1968, por força do Decreto Municipal nº04/68, autorizado pelo Conselho Universitário com a Resolução nº 028-A/70-U. A Faculdade de Enfermagem, outrora Escola Superior de Enfermagem de Mossoró (ESEM) foi, portanto, o primeiro Curso de Graduação em Enfermagem do Estado do Rio Grande do Norte.


Ao longo de sua história a Faculdade de Enfermagem teve 10 diretores: Profª Maria D’arc Cavalcante Silva - de 1973 a 1975, Profª Abigail Moura Rodrigues – gestão de 1975 a 1981, Profª Salizete Bezerra Rocha – de 1981 a 1985, Profª Es. Nadja Maria da Escócia Costa – de 1985 a 1989, Profª Ms. Mariana Neunam Vidal Costa – de 1989 a 1993, Profº Luiz Escolástico Bezerra – de setembro a novembro de 1993, Profª Es.Maria José de Carvalho - 1993 a 1997, Profª Es. Maria das Graças Alves Lima – de 1997 a 2005, Profª Es. Maria Fátima Caldas da Mota – de 2005 a 2011, e Profª Drª Suzana Carneiro de Azevedo Fernandes – atual gestora.


O ensino de enfermagem da FAEN/UERN passou por várias fases de desenvolvimento ao longo dos anos, tendo como reflexo de cada mudança o contexto histórico da enfermagem e da sociedade brasileira. Consequentemente, o perfil de enfermeiros apresenta significativas mudanças em decorrência das transformações no quadro político-econômico-social da educação e da saúde no Brasil e no mundo.


No ano de 2008, o Projeto Pedagógico de Curso (PPC) passou por processo de adequação curricular com o objetivo de definir os critérios acadêmicos e curriculares necessários à formação do professor o licenciado em enfermagem atendendo às Resoluções do CNE/CP nº 01, de 18 de fevereiro de 2002 e CP nº 02, de 19 de fevereiro de 2002, bem como às Diretrizes Curriculares Nacionais para Formação de Professores da Educação Básica, em nível superior, curso de licenciatura, de graduação plena em cumprimento a Resolução nº 02/2004-CNE, de 27 de agosto de 2004 e em conformidade com o indicado no Parecer CNE/CES Nº 15/2005, de 2 de fevereiro de 2005. Dessa forma, ficaram mantidas as duas modalidades previstas no PPC da FAEN, bacharel e licenciado em enfermagem.


A Faculdade de Enfermagem ao longo de toda sua história, vem proporcionando grandes contribuições à sociedade, seja no âmbito da articulação ensino/trabalho, seja na integração junto aos Movimentos Sociais, tendo em vista, a formação do bacharel e do licenciado em enfermagem crítico, reflexivo, capaz de compreender e intervir no processo de produção dos serviços de saúde, em atendimento às necessidades sociais.


A FAEN assume o desafio de lutar pelo acesso da parcela da população, hoje excluída, às políticas sociais, utilizando estratégias de mudança, postura ética e compromisso social com os direitos à saúde, assumindo a ética da solidariedade e rompendo com a ética do individualismo. Esse desafio determina, como indispensável, o redimensionamento das bases teóricas e metodológicas da formação do enfermeiro, para assumir a coordenação do trabalho de enfermagem e das concepções que hoje orientam o seu trabalho. 


Atualizado por: Argolante Balbino Lopes em 04/08/2017 (Setor para Contato: REITORIA - Agência de Comunicação-8433152115 )

Universidade do Estado do Rio Grande do Norte - UERN
Rua Dionísio Filgueira, 383, Centro - Mossoró/RN | 59610-090 | faen@uern.br | (84)3315-2151
© 2012 Agência de Comunicação da UERN - AGECOM | agecom@uern.br | 84 3315-2144 / 3315-2115 | Sistema de Controle de Páginas

^